16 de mai de 2011

sonhos


Se você tiver um sonho persistente, é bom escutá-lo com muito carinho. Ele sempre tem coisas importantes para revelar. Mas não tenha pressa. 
E se você sentir um desejo insuportável para o contar, invista muito no cuidado. Muitos sonhos não se realizaram porque os sonhadores não souberam escolher seus confidentes. Há confidentes que nunca sonharam. São poucos os que sabem entrar no sonho do outro. Não conhecem os gestos, a linguagem dos sonhos. Eles nascem do coração. É outra cultura. Não é da cabeça. É bom ver, também, se o possível confidente gosta das estrelas, de crianças e sente prazer em brincar com elas no barro. Do contrário, não conte, realize seu sonho.
(Dorli Signor)

foto: as mãos do escultor